E para estudar,
do que eu preciso?

Figura de livros

Biblioteca

Um lugar para você vivenciar durante toda a graduação, onde você pode se concentrar, ler, estudar, fazer pesquisas e trabalhos. A biblioteca é um importante centro de apoio ao ensino e à formação do(a) estudante. É um local onde são oferecidos diversos serviços, como espaço para estudo e leitura, consulta ao local do acervo para o público em geral, empréstimos de obras, orientações às pesquisas bibliográficas, orientações à normalização de trabalhos acadêmicos, empréstimos de livros de outras bibliotecas da Unifesp e das conveniadas e ainda auxílio no acesso de artigos e publicações em geral.

Para saber os horários de funcionamento de cada unidade, informações para cadastro e também consultar o catálogo para conhecer as obras disponíveis para consulta e empréstimo, acesse: biblioteca.unifesp.br

Lampada significando ideia

Dicas de estudo

A maneira como nos organizamos para estudar pode fazer muita diferença! Atente-se à forma que faz mais sentido para você e para sua rotina. Diversifique suas formas de estudo de modo que encontre aquela que se encaixe melhor ao seu estilo cognitivo de aprendizagem. Para te ajudar elencamos algumas dicas que podem ser úteis para os seus estudos.

Antes:

  • Conheça o programa do seu curso;
  • Prepare-se antecipadamente para as aulas. Saiba antes qual será o tema abordado. Isso facilitará sua compreensão no momento da aula.

Durante:

  • Sente-se em um lugar onde possa ver e ser visto pelo(a) professor(a). Isso facilita a comunicação entre vocês e a compreensão geral do conteúdo;
  • Selecionar o que anotar também é importante! Para simplificar os seus estudos posteriores com base nas anotações em sala de aula, seja seletivo(a) e organizado(a), nem tudo precisa ser anotado e essas anotações podem ser classificadas e resumidas;
  • Evite se distrair com as mídias sociais e os recursos tecnológicos;
  • Aparecer nas aulas e fazer breves leituras não é suficiente para um bom desempenho. É preciso fazer leituras, grifos, resumos, esquemas, inventar maneiras novas de estudar, estudar em grupo, etc.

Depois:

  • Releia as anotações da aula anterior;
  • Caso falte, procure saber quais foram as temáticas abordadas;
  • Onde estudar também é importante! Procure por lugares confortáveis, sem muito ruído, com boa luminosidade e temperatura agradável. A biblioteca no seu campus é um ótimo espaço para isso;
  • Tenha seus materiais organizados e faça o gerenciamento do tempo;
  • Busque informações em diversas fontes e veículos, faça notas e registros;
  • Tudo é válido: leituras, grifos, resumos, transcrições, esquemas, etc. Teste novos métodos de estudo e aperfeiçoe aqueles a que já está habituado.

Não se esqueça:

  • Estabelecer uma rotina de estudos com intervalos regulares, alternando disciplinas mais e menos complexas, não exagerando no tempo, é muito mais produtivo que estudar muitas horas seguidas motivado(a) pela urgência de uma avaliação;
  • Planeje os estudos e saiba conviver com as incertezas, tendo a consciência que um plano é um norte e por tanto sujeito a imprevistos e alterações;
  • Agende compromissos, prazos, progressões de estudo, momentos de lazer, etc. Isso é fundamental para organizar seu tempo e mesclar suas atividades, não incorrendo no erro de negligenciar seu descanso, seu lazer e seus estudos.

Certamente planejar os seus estudos, estabelecendo metas e identificando estratégias, será muito proveitoso para um processo de aprendizagem mais simples e natural. Estudar, por vezes, é uma atividade difícil e cansativa, mas procure não ceder a qualquer situação menos favorável, adiando indefinidamente suas atividades e procrastinando. Ao planejar seus estudos, saiba que há quem pode lhe dar suporte, como os departamentos, serviços de apoio, colegas, monitores(as), professores(as), etc.

Não nascemos ótimos(as) ou péssimos(as) estudantes, nós aprendemos a aprender!

Nesse início de percurso é importante que você não tenha “papas na língua”. Converse e faça perguntas, tire dúvidas com colegas de outros anos, professores(as), coordenador(a) e técnicos(as) que trabalham no curso, entre outros, para começar a entender os desafios que você terá na formação. Aos poucos você irá compreender como o Projeto Político-Pedagógico de seu curso se materializa na prática e quais as estratégias, recursos e metodologias utilizadas ao longo dos anos para que possa criar rotinas e hábitos de estudo que sejam próximas às suas necessidades. Nos NAEs você poderá encontrar pedagogo(a) ou outro profissional que pode te auxiliar e orientar nesse processo.

Conheça o Manual de Estudantes da Unifesp. Está sempre no site para quando precisar!